segunda-feira , 17 dezembro 2018

Home » Institucional

Institucional

Pastoral Evangélica Socioeducativa Capelania – PESCA!

PESCA! É o 1º Setor da Confederação Interconfessional da Capelania, Teologia e Pastorais (CICATEP)

“Não temas; de agora em diante serás pescador de homens”. Lucas 5:10

TÍTULO II
DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS

CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I. homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II. ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III. ninguém será submetido à tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV. é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V. é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
VI. é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
VII. é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;
VIII. ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

A Educação Social milenar primeiramente de Adão e Eva chamado de período Pré-Histórico, século indeterminado a.C., ou Paleolítico, donde houve a primeira revolução; a queda adâmica. Até então, a educação social correspondia à comunhão com o Deus Criador.

Há 4.000 anos a.C., Noé é o primeiro educador social inaugurando a Idade Antiga, ou seja, civilizatória.
Há 2.000 anos a.C., Abraão torna-se o educador social da segunda metade da história antiga, culminado em Grécia e Roma.
Há aproximadamente 2.000 anos, terminado a idade antiga, Jesus é o padrão perfeito da educação social.
Logo em seguida, o poder maligno retalia, surgindo até meados do século 15, o império das trevas.

Em 1453 cai o império romano no oriente e finalmente começa a mudança do modo de produção feudal aonde rei, clero e nobreza exercia um poder maligno sobre servos e vassalos e que muitos ainda denominam totalmente equivocados, de teocracia, aonde de Deus não tinha nada.

Surge a idade moderna logo depois da queda de Constantinopla, a cidade do Constantino, com a invenção da imprensa, descobrimentos, Renascimento das ciências, filosofia, artes e, sobretudo, a Reforma.

Em 1789, Revolução Francesa ou em 1914, primeira guerra, começa a idade contemporânea.

E agora? Não mais reforma; restauração; não mais revolução, evolução. Assim está também escrito: “O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante”. 1ª Coríntios 15:45.

É a educação judaico-cristã ministrada por Yeshua Hamachia, Senhor e Salvador Jesus para todo que Nele crê, ou seja, que tenha fé Nele. História Bíblica, educação de formação humana na esfera espiritual.

A PESCA compreende em Capelães (Ministros da Fé Evangélica Interdenominacional); Teólogos (Coach da Fé Evangélica Interdenominacional); Pastores (Coach da Fé Evangélica Denominacional com Unidade).

É um Projeto da CICATEP – Confederação Interconfessional de Capelania, Teologia e Pastorais em parceria com a Ucebras – União de Capelães Evangélicos do Brasil, ambas presididas pelo Especialista em Docência e Gestão do Ensino Superior, Cpl.Rev.Mário Lima.

scroll to top